Tratamento para o Cálculo Renal por Laser - Hospital Urológico de Brasília - Asa Sul - Brasília/DF

Tratamento para o Cálculo Renal por Laser

Esse vídeo demonstra como se dá a quebra do cálculo renal por laser, uma nova técnica que garante a remoção das pedras sem muita dor de cabeça e realizada pelo HOSPITAL UROLÓGICO.

Esse vídeo demonstra como se dá a quebra do cálculo renal por laser, uma nova técnica que garante a remoção das pedras sem muita dor de cabeça.

HOSPITAL UROLÓGICO DE BRASÍLIA não só é referência nesta técnica, mas também o PIONEIRO no Distrito Federal.

Assista ao vídeo do DR. ÉRISTON UHMANN, CEO e MÉDICO UROLOGISTA DO HOSPITAL UROLÓGICO, que ele apresentou no CONGRESSO DE UROLOGIA nos Estados Unidos.


 

LITOTRIPSIA RENAL A LASER É A SOLUÇÃO PARA PEDRA NOS RINS

O cálculo renal, conhecido popularmente como pedra nos rins, é um acúmulo de substâncias não excretadas no trato urinário e nos rins, que se cristalizam com o tempo, formando as pedras. Um dos principais sintomas é a dor abdominal constante. Até pouco tempo, o cálculo era tratado através de cirurgia abdominal extensa, mas agora os médicos preferem realizar a litotripsia renal a laser, uma nova técnica que garante a remoção das pedras sem muita dor de cabeça.

Como funciona a litotripsia renal a laser

O paciente precisa estar dormindo durante o procedimento, então, o primeiro passo é administrar a anestesia geral. Logo após, uma pequena câmera, chamada ureteroscópio, é inserida ao longo da uretra, bexiga e dentro do ureter, através dela o cálculo será localizado.

Junto ao ureteroscópio é colocado um cabo de fibra ótica ultrafino que carrega um laser bem pequeno. O raio contínuo do laser é disparado sobre os cálculos, fragmentando-os em micropedaços, que conseguirão ser expelidos nas próximas urinas.

As vantagens da litotripsia renal a laser são inúmeras, incluindo o período de internação, que não passa de 24 horas. Logo após esse período, o paciente pode ir para casa tranquilamente, apenas utilizado um cateter duplo interno, que deverá ser retirado em poucos dias. Depois da retirada, ele poderá retornar às atividades do cotidiano normalmente.

Quem deve realizar a cirurgia

O litotripsia a laser é indicada para cálculos renais muito pequenos, que medem até cinco milímetros de diâmetro. Mesmo que sejam muito pequenos, essas pedras não conseguem ser expelidas naturalmente, pois ficam presas no ureter antes de chegarem à bexiga. O fato de bloquearem a uretra também dificulta ou impede totalmente a micção.

O médico pode receitar o consumo de líquido juntamente com analgésicos, mas nem sempre essa medida consegue desalojar as pedras. Nesse caso, o próximo passo é partir para a cirurgia a laser.

Medidas preventivas para evitar que o cálculo renal volte

É essencial que o acompanhamento médico persista mesmo depois da litotripsia como medida de controle para futuras infecções e complicações, mesmo que sejam raras. Vale ressaltar que o sangue na urina é um efeito colateral muito comum nos primeiros dias.

Visite seu médico regularmente ou Agende sua consulta AGORA!