WeCreativez WhatsApp Support
Olá, seja bem-vindo ao
Hospital Urológico de Brasília.
Como podemos ajudar? 😉

Infecção Urinária em crianças – Conheça as causas e como prevenir

//Infecção Urinária em crianças – Conheça as causas e como prevenir
infecção urinária

Há quem pense que a infecção urinária é coisa só de gente grande. Ledo engano.

Elas podem surgir também em crianças. Uma das causas de doença renal são as infecções urinárias da infância, que se não tratadas corretamente podem acarretar em perda das funções renais prematuramente. Os pais devem ficar alerta a alguns sinais.

Dr. Artur Wendhausennefrologista infantil da Fundação Pró-Rim, afirma que existe uma pré-disposição em algumas crianças a apresentarem infecção urinária. Nestas, onde detectou-se, durante pré-natal, má-formação no trato urinário, sintomas como febre persistente, diminuição do volume urinário, irritabilidade, perda de peso, dificuldade de ganhar peso, são sinais que devem chamar atenção da mãe, “pois a criança pode apresentar algum tipo de complicação da doença diagnosticada previamente”, destaca o especialista.

Mas, atenção, para as crianças que, durante pré-natal não houve qualquer diagnóstico referente, “a febre sem foco definido é o principal sintoma que deve chamar atenção”, destaca o nefrologista.

O momento do desfralde é importante e merece atenção dos pais.

Como orientação, o especialista informa que “o momento do desfralde certo é fundamental para a saúde renal da criança. Por volta dos dois anos e meio é a fase que chamamos de lactentes e a principal doença delas relacionadas ao trato urinário, a infecção urinária”. E completa. “A antecipação do desfralde, que as vezes as mães, as avós, madrinhas, acham que é interessante, principalmente antes dos dois anos de idade, vai causar problema na criança posteriormente. Então, são crianças que as vezes aos 4, 5 anos de idade, começam a apresentar sintomas de incontinência, retenção urinária, pela retirada precoce da fralda”.

E finaliza “O ideal é que a criança seja treinada no troninho, ou no penico, porque isso possibilita que elas façam coco e xixi agachadas, aumentando a pressão intra-abdominal, onde fazem a contração da musculatura abdominal, facilitando o esvaziamento da bexiga e do intestino. Quando elas são orientadas a usar o vaso sanitário, em que elas ficam com a perna balançando, elas perdem essa possibilidade de aumentar a pressão intra-abdominal e o esvaziamento da bexiga e do intestino ficam incompletos, favorecendo a presença de resíduo miccional e consequentemente a infecção urinária”.

Quando procurar um especialista?

Para o especialista, “o pediatra deve acompanhar casos como, criança com infecção urinária de repetição; com infecção urinária de difícil controle; crianças com distúrbio das eliminações como incontinênciaretenção; crianças que apresentam xixi com sangue ou cólica renalou até inchaço sem explicação aparente“.

O nefrologista pediátrico solicitará – dependendo do caso – exames conforme a patologia que a criança apresentar. “Mas sempre a avaliação da função renal é importante, através do exame de sangue que mede a ureia e a creatinina, exames simples de urina, que nos dá várias informações de como esse rim está concentrando a urina, se está retirando as impurezas do sangue, cultura de urina para detectar a presença de infecção urinária, e de suma importância, no exame clínico na criança, investigar se há antecedente de nefropatia seja na família ou diagnóstico prévio, mensurar a pressão arterial de maneira rotineira”. Caso a criança não tenha antecedente, é importante que os exames sejam feitos a partir do 3º ano de vida, para a mensuração da pressão arterial para diagnóstico precoce.

Fonte: https://www.prorim.org.br


Leia também…


OBSERVOU SINTOMAS DE INFECÇÃO URINÁRIA? AGENDE UMA CONSULTA CONOSCO!



OUTRAS OPÇÕES

Central de Marcação: +55(61)3345-9300

Whatsapp: +55(61)99947-7815