WeCreativez WhatsApp Support
Seja Bem-vindo(a) ao Hospital Urológico de Brasília.
Agende sua consulta ou exame conosco ou tire suas dúvidas quanto ao nosso atendimento:
Outubro Rosa
o mês dos cuidados da mulher!
Outubro é Rosa
Outubro é o mês dos cuidados da Mulher

COMPARTILHE E CONTRIBUA NO COMBATE AO CÂNCER DE MAMA E OS PROBLEMAS UROLÓGICOS RELACIONADOS À MULHER!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Qual é o objetivo da Campanha Outubro Rosa?

A campanha é celebrada anualmente e tem como objetivo, compartilhar as principais informações sobre o câncer de mama, promover o diagnóstico precoce e incentivar o diálogo sobre o tema entre as mulheres de todas as idades.

câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor.

Desmistificar o câncer de mama é fundamental para combatê-lo: nos últimos anos, a taxa de mortalidade da doença caiu mais de 40%, e o diagnóstico precoce foi essencial para isso. Infelizmente não há como prevenir o aparecimento do câncer de mama de forma absoluta.

Por isso, o diagnóstico precoce da doença é primordial.

Previna-se!

Então, qual é a relação com a Urologia?

O Hospital Urológico de Brasília é referência nos cuidados de Homens e Mulheres em Urologia, e por isso, temos o papel social de conscientização e prevenção com foco no seu bem-estar e na sua saúde.

Assim como a campanha Outubro Rosa, que traz a discussão acerca do Câncer que mais afeta as mulheres, temos o dever com a população do Distrito Federal de informar e conscientizar em relação a prevenção dos problemas e doenças do aparelho urinário da mulher.

Desejamos que o seu cuidado seja o mais completo e abrangente possível, tudo para que o seu dia a dia seja mais prazeroso, saudável e sem problemas.

Cuide-se... Nós podemos te ajudar!

A ginecologia se dedica ao trato do aparelho reprodutor feminino e é vista pela sociedade como a “especialidade feminina”.  Por esse motivo, às vezes, as mulheres não se dão conta de que doenças do aparelho urinário são da área de urologia. 

O urologista é um médico cirurgião especialista dos aparelhos urinários masculino e feminino, além do aparelho reprodutor masculino. As mulheres são mais atingidas por problemas urológicos como infecção e incontinência urinária, além de litíase, sangramento e outras doenças do aparelho urinário.

“Portanto, a visita regular ao urologista se faz necessária também para as mulheres”.

A infecção urinária é causada por bactérias que vivem entre a vagina e o ânus. Na verdade, o problema não são as bactérias, comuns nessa região.

A complicação acontece quando essas bactérias migram para a bexiga, podendo até chegar aos rins. Quando isso acontece, muito provavelmente irá surgir uma infecção. Se as bactérias não alcançarem os rins, o problema, conhecido como cistite, fica apenas concentrado na bexiga.

Mas se seguirem para os rins, a infecção, nomeada de pielonefrite, se torna mais grave. Nesse estágio é comum vir acompanhada por febre alta (acima de 37.8°), calafrios e dor na região lombar.

A bexiga hiperativa é um problema que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. A literatura médica estima que 16% das pessoas com mais de 40 anos têm bexiga hiperativa, que aumenta com a idade, pois faz parte da vida de 30% das pessoas com mais de 75 anos.

Viver com a bexiga hiperativa pode causar grande desconforto no dia a dia. Com isso em mente, os tratamentos para a bexiga hiperativa têm como objetivo combater o problema e manter o sistema urinário do paciente funcionando adequadamente.

O cálculo renal, conhecido popularmente como pedra nos rins, é uma doença comum que afeta cerca de 10% da população durante a vida. O cálculo é uma massa sólida formada por pequenos cristais, classificados geralmente pela localização nos rins (nefrolitíase), ureter (ureterolitíase), uretra (uretrolitíase) ou bexiga (cistolitíase), ou em função da sua composição química (constituídos por cálcio, estruvite, ácido úrico ou outros minerais).

As pedras nos rins na gravidez, infelizmente, podem elevar o risco de trabalho de parto antes dos 9 meses.

Existem cerca de 13 tipos de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis), que hoje, são conhecidas como ISTs (infecções sexualmente transmissíveis).

A terminologia Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) passou a ser adotada em substituição à expressão Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) porque destaca a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, mesmo não apresentando sinais e sintomas.

A grande maioria das DST / IST são provocadas por vírus e bactérias e os principais sintomas são:

  • a coceira,
  • presença de feridas,
  • corrimento ou dor no local da lesão.

A temperatura elevada e a baixa umidade do ar – comuns no mês de setembro, em Brasília – são elementos que contribuem para o aumento dos casos de cálculo renal, entre os habitantes da capital.

“O Clima seco e de altitude, como em Brasília, favorecem a sub hidratação e a desidratação que são os fatores fundamentais para a formação de cálculos urinários”, explica o médico urologista, do Hospital Urológico de Brasília, Eriston Uhmann.

O cálculo renal acomete 15% da população, sendo aproximadamente duas vezes mais comum em homens do que em mulheres, principalmente entre os 20 e 40 anos.

“A hidratação adequada é a melhor maneira de fazer a prevenção”

ESSA CAMPANHA TERMINA EM:

DIAS
HORAS
MINUTOS
SEGUNDOS

MAS A PREVENÇÃO E OS CUIDADOS CONTINUAM!

AGENDE SUA CONSULTA

com um MÉDICO UROLOGISTA DO HOSPITAL UROLÓGICO DE BRASÍLIA e previna-se das doenças do APARELHO URINÁRIO.

CAMPANHA OUTUBRO ROSA HOSPITAL UROLÓGICO DE BRASÍLIA

COMPARTILHE E CONTRIBUA NO COMBATE AO CÂNCER DE MAMA E OS PROBLEMAS UROLÓGICOS RELACIONADOS À MULHER!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email